Teus olhos

26 mar

Teus olhos profundos
Me afogam
Tua pele serena
Me arrepia
Teu corpo em curvas
Me sussurra
Teu gesto sutil
Me agita
Teus tons delicados
Me afagam

E me chamam
E me queimam os sentidos
Despertam internos ruídos
Que invadem meu ser

Silenciosamente,
Te lembrar me consome
Teu chamado me grita
Entre razões que me testam
E imaginários que insistem

Ideias irrompem
Desejos sucumbem
Devaneios assumem
O querer que me assombra

Gif Axé

26 mar

Pipocâncias: Ocaso

27 fev

Ocaso

Prazo não é acaso

Pipocâncias: pluma

26 fev

Feito pluma no vendaval, foi…

Tempo vivido

26 fev
O tempo é sabido
Cumprido
Comprido
Temido amigo
 
O tempo é atroz
Atrás
Veloz
Sagaz a sós
 
O tempo é doído
Querido
Vivido
Vívido sentido

Crueza do século

20 dez

Não há metáfora
Para subentender
A dureza crua
Dos dias do mundo

Não há como dissimular
Ou encobrir
A fria certeza
Do tempo ruir

Dias sombrios
Tardes sem paz
Gritos de horror
Medo. Caos.

Intolerância é só de existir
Das vielas e guetos
Aos cantos destroçados de Alepo
Nem lágrima sobrou pra cair

Marcha ré engatada
Do Brasil golpeado
Ao Trump domínio
Delírio D.C.

Sucumbe-se
Sepulcra-se
Desacredita-se
Desfaz-se

A vida,
A sensatez,
A harmonia,
O amor,
O sonho,
Sorriso

Desata
Guerreia
E mata

Mas encarna meu ser
Inebriada espera
Por  esfacelados pedaços
A  refazer

19 de dezembro de 2016

Engrenagem dos sonhos

3 ago

Estava tudo nos eixos, sob controle, quieto, dormindo….
…aí vem o sonho e, pimba!, acorda tudo de novo.

3 de agosto de 2010

Sobre o Golpe

29 jun

VAI TER MAIS LUTA!

Mas que luta é essa?

Minha luta não é de ódio, não é de sangue. Nem de raiva, nem de perplexidade.

Essa LUTA é para manter vivas e ativas (VERMELHAS), a liberdade, a democracia e a esquerda nesse país.

A luta não é pontual e nem pessoal. Não é só contra o impeachment. O processo de impeachment é nosso motivo mais presente de GRITO, pois estão querendo sufocar as batalhas já vencidas. Essa luta não é pelo PT. É a LUTA de quem vive para defender os direitos sociais. É a LUTA de quem quer comida honesta (desembalada, despoluída de agrotóxicos) na boca de todos. É a LUTA de quem quer ver como prioridade, a SAÚDE, a EDUCAÇÃO, a CULTURA, as causas das MINORIAS desprivilegiadas, a LAICIDADE do Estado, a divisão das TERRAS latifundiárias ociosas, a MOBILIDADE urbana para além dos automóveis particulares. A LUTA é pela comunidade LGBTTTQIA, pelas mulheres, pelos negros, pela democratização dos meios de comunicação, pela terra distribuída a quem é sem. É a LUTA pela preservação plena do MEIO-AMBIENTE e dos DIREITOS indigenistas garantidos, em detrimento dos lucros das mega-empresas e multinacionais, quase sempre travestidos de melhoria da ECONOMIA do país. Por acaso, você já notou que a ECONOMIA é a única medida da mídia para o crescimento do país? Não que não seja importante, mas não pode ser um fim em si mesmo. Quem tem que estar vivo e com saúde para crescer é a sociedade, são os povos, as terras, as matas, as culturas. Quem disse que só os gigantes da indústria podem empregar? O que eles podem é pagar. Aliás, sem escrúpulos, pagam o que for preciso para se manterem soberanos no controle dos poderes.

Embora eu tenha plena ciência de que nem todas essas lutas o PT conseguiu abraçar nos últimos mandatos presidenciais (atingindo com dureza quem é de esquerda), é urgente defender a possibilidade da manutenção desses rumos no nosso país. Sem ufanismo. O que o país viveu de avanço em ALGUMAS dessas áreas (especialmente no campo social) nos últimos anos, é inquestionável. As alianças do passado, feitas com uma base descomprometida com tais questões ameaçam, agora, a nossa pueril democracia. Ela começava a andar em passo firme. Tão jovem, já querem lhe arrancar as duas pernas, tendo os cirurgiões da grande mídia, o serrote pronto na mão.

POVO DE LUTA

VAI TER MAIS LUTA! E não é só nos próximos dez dias ou seis meses contra o impeachment. Esse é só o início da LUTA. Vai ter mais luta em Outubro, vai ter mais luta em 2018 e vai ter mais LUTA TODOS OS DIAS.

A esquerda foi inflamada e volta a se reunir para as milhares de batalhas que ainda estão por vir.

Meu vermelho não é de sangue nem de partido. É de união por uma esquerda que LUTA.

Por amor pela vida.

Sigamos lutando.

 

Citação

Pipocos.gif

29 jun

Dessabida morte

17 ago

A morte não foi feita pra ser entendimento
A morte é dessabida, cheia de desrazão
Foi costurada pra ser aguentamento
Bordada de interrogação.

Das mortes que eu senti
Tentei delas razoar, resisti.
E se viveram depois mais vivas
Foi porque num insisti.

Esquisitice essa de morrer
E logo de ser o mais lembrado,
Mais vivinho na querência
De viver aqui do lado.

Até aguento que se foram
Só não sei bem mais por quê,
Por que é que caminharam,
Antes deu, antes docê.

16 de agosto de 2015

Saudade

17 ago

A saudade, às vezes, faz o nó no peito contorcer todos os sentidos.

 ❤ Bira

9 de Julho de 2015

Pipocâncias: Vida-Tempo

23 jun

A Vida, o Tempo, o Ser, a História.
Substantivos próprios.
Próprios. Tão próprios, mas tão próprios que só fazem sentido pra mim, com o Eu.

23 de Junho de 2015

Pipocâncias: acaso

19 maio

Por acaso, estou de caso com acaso.

19 de maio de 2015

Metapoema editado

16 maio

Editados somos nós
Que a cada post
Mudamos de voz.

16 de Maio de 2015

Da arte de sobrevoar sobre si

10 maio

Jogue as armas pela janela
Fique mais leve
Inspire, expire e voe
Sobrevoe-se.

Converta outrem ao seu lugar
Desloque-se para lá
Troque erros por riscos
Nervos por risos.

E pergunte-se,
E responda-te
E torne-se a tornar por lá e cá
Por cá e lá, sobrevoando-se
Sem se negar.

10 de Maio de 2015

Decide ser

22 ago

O que será pra escolher?
Não se engane ou se iluda,
Não vai te poder

Olha bem pro descampo
Lá,
No encosto da encosta do céu
Passeia a resposta
Disposta
A revelar ‘contecer

Decida, não
Descubra
Aquilo que só o deixa-se ir
Vai susurrar pra você

04 de abril de 2011

Seeding

17 ago

Tell me what you think
How you are walking
Around your mind
Around your meanings

Tell me other things
How you describe
The smell of the wind
Or the image of the reasoning

Don’t tell me anymore
Just leave, just leave growing
The seeds of the sense
That lives in your in

17 de agosto de 2014

Pipocâncias: Meu amor

8 ago

logo_pipocancias_fosco-02
Meu amor transborda sem derramar uma gota.

Câncer

28 jul

Mutações inquietas do mundo sobre nós
Mutações dos nós inquietos da vida
Mutações celulares de alcances estelares
Mutações, mutações, mutações
Mutações de rizomas gananciosos

Sobre a vida,
Sobre o mundo,
Sobre o tempo,
Sobre a Terra,
Sobre a terra,
Sobre a fruta,
Sobre o pão,
Sobre o chão,
Sobre as águas,
Sobre as ondas,
Sobre as sobras,
Sobre o ar,
Sobre a luz,
Sobre o vício,
Sobre viver,
Sobre o ser,
E o saber,
Saber-se ser em mutações.

28 de Julho de 2014

 

 

Sem pressa

28 jul

O Tempo não tem a pressa

A pressa não tem o Tempo

Quem vive o Tempo, sente o vivo do tempo

Quem sente a pressa, mais se apressa

Quem se apressa, não aprecia o Tempo

Perde o fio, perde o apreço, perde o tempo do Tempo

.
.
.

 

28 de Julho de 2014

Mais ou menos tempo

16 ago

Trabalho 12 horas por dia

Não me gabo disso

Constato…

Quanto mais tempo …ado
Menos …ido tempo
Tem a vida pra pensar em mim.

15 de agosto de 2013

Pipocâncias: trupico poético

18 jul

logo_pipocancias_fosco-02
Em um lapso sináptico me redescobri classificada: sou uma poesita.

18 de julho de 2013

 

Germinar

18 jul

A vida semente
No tempo presente
Pressente
Atente
Invente
Intente
Crescer

02 de maio de 2013

Desconectada

18 jul

Em São Paulo
Atabalhoada
Saio apressada

Hora marcada
Sobre a bancada
Esqueci o celular

Incomodada
Me sinto pelada
Mas vou continuar

Na caminhada
Desconetada
Liberdade a reinar.

02 de maio de 2013
reeditado em 08 de agosto de 2014 

Atento ao tempo

7 fev

O tempo não corre
O tempo não arrasta
O tempo não apressa
O tempo não voa

O tempo não é pretérito
É passado
Por quem sente a travessia
E na vida, se assenta

O tempo não entra em guerra
.  Mas tem quem vai
.  E luta contra
O tempo não é moeda
.  Mas tem quem acha
.  Que perde tempo
O tempo não se dá
.  Mas tem quem quer
.  Ganhar um tempo

O tempo não tem tempo
Pra ficar destemperado
Pelo nosso descontento

Sê atento!

07 de fevereiro de 2013

Menina perdida

5 fev

Em algum lugar
Larguei menina cândida
Perdida por aí

Foi desmazelo, descuido, descrença
Na vida ingênua
Na paciência inquieta
Na inocência crédula
De que um dia entraria

Na linha reta
Nos campos concretos
No rol de muralhas

Que a ciência daria

A inocência, cândida,
Menina moleca,
Se perdeu por aí.
A buscar a insistência
Que só aqueles que não sabem julgar
Encontram em si.

02 de fevereiro de 2013

De ida

16 nov

Não tenho idade
Alguém duvida?
Amnésias de vida
Memórias pra inventar

Não tenho idade
Passagem de ida?
Viver destemida
Histórias pra cantar

O tempo que passa
É atraso de vida?
Não, é senhor de divisas
Não vai ficar pra contar


16 de novembro de 2012

Ideologia

23 ago

E enquanto me sobrarem ideais,
Me concederei licenças liberais

Ainda que sejam sobras
.          ideológicas
Ainda que sejam licenças
.          poéticas

23 de agosto de 2012

Poesia neo-liberal-consu-massa

27 jun

Do TIM
Liguei pra TAM
e…
tum-tum-tum!

27 de junho de 2012

Reticência

16 mar

O que me liga é essência
O que me torna

O que me vida é reticência
Me transforma

O que me olvida, me seduz,

Me transtorna,
Liquefaz

16 de março de 2012

Post Poetry

2 fev

Não transforme o seu mural em aterro sanitário, esgoto ou lixão

Faça dele um ponto
De sua própria e outra mutação
Provoque as suas cercanias
Arte, atitude, vera informação

Rio, sim. Por que não?

É fácil curtir, compartilhar, comentar
Estranho e custoso é entender
Que aquilo que hoje aprovar
Pode cair mal pra você

02 de fevereiro 2012

Vivo momento

30 nov

Te amo sobremaneira

Te amo inteira

Te amo pelo que vejo

Em nós, desejo, em mim, sossêgo

Te amo pelo encanto

Nos trouxe ao encontro

Te amo pelo tempo

Que vivo momento

30 de novembro de 2011

Pergunta ao Tempo

20 maio

Ah, esse Tempo tão sabedor!

Te vendo de fora, olhando para você, suntuoso, pleno, gigante, maior que todos nós, entendo:

-Você é o Senhor!

E, sim, devemos ser pacientes obedientes de sua história. Mas, me diga uma coisa, Dr., me sentindo assim, pelo avesso de dentro:

-Quantos tempinhos hão de haver para eu entender a trajetória?

20 de maio de 2011

Entre

20 maio

E   N   T  R   E    T   (E   N   H   O)   E   M   P   O

18 de maio de 2011

Pipocâncias: A Felicidade

12 maio

logo_pipocancias_fosco-02
Felicidade não é nome nem estado de espírito. Felicidade não é porto, não é paragem, nem chegada. Substantivo próprio, a Felicidade é um rumo que devemos perseguir.

12 de maio de 2011

 

Pipocâncias: Tempo é escolha

26 abr

logo_pipocancias_fosco-02
Ninguém decide a vida. Faz escolhas, vive momentos em cada nozinho da sua história. E se são boas escolhas em momentos bem vividos, o tempo se encarrega do resto.

Vivamos bem! Tudo de bom pra todo mundo!

25 de abril de 2011

 

Pipocâncias: Fantasia

26 abr

logo_pipocancias_fosco-02
Fantasiar é travestir de satisfação a realidade da imaginação.

26 de abril de 2011

 

Torpor da dúvida

7 abr

Entorpeça a mente
Se não quiser decidir
Adoeça razões
Se for desviar
Permaneça inquieto
Se não for intuir
Consinta o acaso
Se não puder mensurar

Escolhas, meu bem, são formas
Deliciosas de poder se mudar
E qualquer que seja a aposta,

Não se esqueça
Que angústia só vive
Antes que ela aconteça

07 de abril de 2011

O cigarro

7 abr

Para cada aflição vivida
Alguns tragos mandados

Para alguns goles absorvidos
Monóxidos deliciados

Para cada tragada insistida
Meus alvéolos estraçalhados

07 de abril de 2011

Sobre a vida

6 abr

A vida é como uma caminhada elíptica, abastecida pelos nossos desejos, impulsionada por cada escolha e dirigida por nossas próprias – nem sempre, claras – razões

06 de abril de 2011