O mais impossível dos desejos

12 jun

Beijar a minha própria boca

Percorrer cada curva de mim

Me perder no mais sensível e penetrante olhar

Me aprofundar no desejo

Sentir cada arrepio dos poros

Por ali, escorrer

Me perder

No meu colo, me acolher

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: