Na cama delas

17 maio

Na cama de duas nuas mulheres
Somam-se ventres
Fecundam-se forças
Tão dentro sentidas

No encaixe dos seios e das coxas macias
A força habita
Em teso querer
De ter por tocar

E, no aconchego-encontro das portas-entranhas
Me abrigar
Nas vielas e vigas
Dos partos da vida

30 de novembro de 2004

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: